Unidos de Vila Isabel

FICHA TÉCNICA

Presidente: Bernardo Bello

Carnavalescos: Paulo Barros e Paulo Menezes

Comissão de Carnaval: Ricardo Fernandes, Paulo Barros, Moisés Coutinho e Luiz Guimarães

Intérprete: Igor Sorriso

1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Raphael Rodrigues e Denadir Garcia

Mestre de Bateria: Chuvisco

Comissão de Frente: Leo Senna e Kelly Siqueira

Enredo 2018: “Corra que o futuro vem aí”

Classificação em 2017: 10º lugar

Site oficial: não tem

SINOPSE

Enredo: “Corra que ofuturo vem aí!”

Resumo

De onde viemos? Aonde vamos? Como escolher o futuro que queremos? A Vila Isabel quer traçar uma trajetória de descobertas e invenções que nos trouxeram até aqui. E que podem nos levar ainda mais longe. Depressa, tomem seus lugares. Preparados? A Vila vai partir! Vamos saber, juntos, o que ainda somos capazes de construir. Mas, para encontrar as respostas, precisamos começar olhando para o passado. Desde o início da história, estamos inventando o futuro, e, todos os dias, damos um passo em sua direção. Então, como nossos antepassados criaram o mundo que conhecemos hoje? O que descobrimos que fez com que chegássemos onde estamos? E o que seremos capazes de inventar ainda para revolucionar nosso futuro?

E fez-se a luz!

Os primeiros habitantes do planeta viveram por muito tempo nas trevas, em um mundo perigoso e hostil. Há milhares de anos, estávamos sozinhos e na escuridão, até que começamos a aprender a controlar a natureza. O fogo foi a maior conquista do homem pré-histórico. Depois, descobrimos como carregar aquela luz e clarear os caminhos. E fomos evoluindo ao longo do tempo, inventando outras maneiras de transformar o conhecimento. E, se hoje iluminamos cidades inteiras, foi porque no passado um de nós teve uma ideia brilhante.

Gira mundo sem parar

E quem de nós fez o mundo girar? Uma nova era de mudanças surgiu quando criamos a primeira roda, utilizada na agricultura e em outras atividades. Passamos a produzir engrenagens que aumentam ou diminuem a velocidade. Ganhamos potência e resistência para levantar peso, fixar e deslocar objetos. E começamos a mover moinhos, movimentar as águas e controlar as horas, os segundos… Que surpreendente pensamento inventou de contar o tempo para a vida acelerar? Inventores extraordinários sempre contribuem para mudar nossas vidas com descobertas que nos levam a disparar em direção ao futuro!

O mundo na palma da mão

Para entender o presente e pensar o futuro, não podemos deixar de observar como nasceram os primeiros registros em barro, que, com o passar do tempo, deram origem à escrita de diferentes povos. E, quando surgiram os números e aprendemos a matemática, criamos invenções fantásticas, que multiplicaram nossa capacidade de somar. Letras e números inspiraram outra revolução na história da humanidade: a invenção da imprensa! Os livros impressos facilitaram a criação do futuro em todas as áreas e ganharam o mundo. A comunicação se expandiu, mas foi através do telefone que nos aproximamos ainda mais uns dos outros. Quanto mais avançamos, menores se tornam as distâncias entre nós. Em busca desse objetivo, inventamos a linguagem dos computadores. As primeiras máquinas eram enormes, mas em pouco tempo caberiam na palma de nossas mãos. Hoje, nos comunicamos em rede com pessoas de todo o planeta, com apenas um clique, de qualquer lugar. Estamos mais uma vez no limiar de uma nova era.

Som e imagem em ação

E pensar que tudo começou em torno da luz, um fenômeno fascinante que também exerce uma influência incrível na história da arte e dos meios de comunicação da humanidade. Através de inúmeros estudos, muitos procuraram como reproduzir e fixar a imagem, até dominarem a técnica da fotografia. Logo, pessoas do mundo todo passaram a registrar os momentos mais importantes de suas vidas. Algumas dezenas de anos depois, podíamos chegar a todos os lugares com a informação. A invenção do rádio e da televisão permitiu a transmissão da notícia e do entretenimento de forma imediata. Mas foi através do cinema que a imagem em movimento e o som se uniram para encantar o público. A sétima arte nos leva através do tempo a lugares surpreendentes, usando alta tecnologia na criação de efeitos especiais.

Aonde você quer ir?

Agora vamos adiante, porque algo vai acontecer que transformará nossas vidas para sempre. Outra invenção que mudou o mundo foi a bússola. No mar, na terra ou no ar, viajantes e exploradores passaram a determinar uma direção e percorrer longas distâncias, a qualquer hora do dia ou da noite. Os navegantes conseguiram dominar os oceanos, sem perder o rumo, e o comércio entre os continentes floresceu. E os mistérios escondidos nas profundezas do mar, que sempre inquietaram o homem em suas viagens, também foram revelados. Esse desejo de conhecer lugares inexplorados inspirou as ideias de inventores visionários, atravessou séculos de inovação e nos levou a dominar até o espaço. Primeiro, vieram os balões. Depois, os aviões e os foguetes. Agora, podemos navegar em busca de outros planetas, vivendo a fantástica aventura da engenhosidade humana.

Como será o amanhã?

Mas foi um longo caminho a ser percorrido até aqui. A essa altura, podemos escolher como queremos que seja o nosso amanhã. Em breve, as novas tecnologias que já estão nas ruas serão acessíveis a todos. Hoje, produzimos conhecimento capaz de criar veículos que circulam sem causar nenhuma emissão de gases poluentes e que podem ser abastecidos em casa. Atravessamos milhares de anos, procurando conhecer a natureza e, agora, descobrimos como é importante preservá-la. Sem poluição nem devastação, podemos conceber um futuro sustentável, que produza energia limpa e em total equilíbrio com o meio ambiente. Afinal, é preciso avançar na direção de uma existência em harmonia e com respeito a todos aqueles que habitam o planeta. Pronto para se conectar? Viver em cidades inteligentes, em que tudo pode acontecer, se planejarmos e comandarmos digitalmente o nosso dia? Duvida? Então, corra, porque essa revolução já começou. Nos vemos no futuro!

SAMBA ENREDO

Em Breve

 

Deixar uma resposta

Seu email não sera publicado. Campos obrigatórios *

*